Notícias

1 27/05/2024 16:05

Um adolescente de 16 anos está entre os investigados por cometer golpes por meio de vaquinhas virtuais falsas supostamente destinadas aos afetados pela tragédia no Rio Grande do Sul, que deixou 169 mortos, 56 desaparecidos e 806 feridos até a noite de domingo (26).

Investigações da polícia apontam golpes em série a partir de tecnologias, arrecadações coletivas e apropriação de doações.

Na última sexta-feira (24), a polícia do RS cumpriu mandado de busca e apreensão em Balneário Camboriú, Santa Catarina. O adolescente, que desviava o dinheiro a partir de vaquinhas, de acordo com a polícia, morava em uma cobertura  de luxo alugada por R$ 30 mil.

"O nosso investigado, ele refere que há uma movimentação tranquila de R$ 2 milhões por dia vinculados a esses golpes em todo o Brasil", revela o delegado Eibert Moreira.

O adolescente não foi apreendido. A polícia diz que ele também gerenciava sites falsos, que ofereciam produtos com valores abaixo do mercado. Porém, os itens nunca eram entregues aos consumidores. Além dele, outras duas pessoas são investigadas por estelionato e lavagem de dinheiro.

O caso do adolescente está entre uma série de golpes que são investigados pela polícia em meio à tragédia que atinge o Rio Grande do Sul desde o fim de abril. Além das vaquinhas falsas, outros casos investigados são de venda de doações e até uso de inteligência artificial para enganar doadores.

 

 

 

 

 

 

*g1







Av. Governador Lomanto Júnior - Edifício União Empresarial Center, nº 23 - Centro - Amargosa/BA.
Tel.: (75) 3634-3239 (Whatsapp) - A Rádio que você ouve, a rádio que você FAZ!
© 2010 - Rádio Vale FM - Todos os direitos reservados.